InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Ficha Roleplay ~ Nome: Balor

Ir em baixo 
AutorMensagem
victornossauro
→ Sobrevivente
→ Sobrevivente
avatar

Mensagens : 1
Data de inscrição : 12/03/2018

MensagemAssunto: Ficha Roleplay ~ Nome: Balor   Seg Mar 12, 2018 9:02 pm

Ficha de personagem Roleplay Ark Brasil


SteamID64:

76561198206404921

Nome do Personagem:
Balor

Meu entendimento a respeito do termo Roleplay:
Modo de jogo onde vivemos conforme a historia

Biografia / História do meu Personagem:
Bom, a minha historia começa em meados do século X, quando minha busca incessante por sobrevivência e vingança, me levam a um lugar hostil e completamente desconhecido.

Há meros 10 anos a vila onde morávamos foi devastada como consequência de uma guerra por poder, e junto dela foi levado tudo de mim...

E para entender o hoje, preciso começar do começo...

Nos da Villa Wolf’s vivíamos em grande harmonia e cumplicidade, nos virando para sobreviver aos dias frios de inverno e as obrigações com nossos senhores do reino Lorien. Obrigação essas que deveriam servir para nos proteger em casos de guerra e grande seca, porem não foi assim que a historia aconteceu...
Minha infância foi baseada em trabalho braçal onde tudo oque pode ser ensinado eu tentava aprender para um dia tentar ser algo além de uma mera serva camponesa.

Coma minha mãe aprendi a arte da costura, tear lã, cultivo e um pouco de nossa humilde culinária local, onde nossas especialidades eram as sopas de legumes que nos mantiam quentes no inverno.
Com meu pai foi tudo diferente ao herdar dele certa “empatia” com os animais foi tudo mais fácil, na caça éramos infalíveis mantendo assim nosso sustento com oque sobrava dos cortes que levávamos para nossos senhores. Na arte da domesticação meu pai sempre me ensinou o valor de cada animal existente, assim sempre tínhamos companhia.

Quando uma criança se comportava bem, ela geralmente ganhava uma ovelha de presente dos pais, mas o meu pai não me deu só uma ovelha, ele conseguiu trocar uma de nossas vacas com um ex-cavalheiro da corte, por um lindo poldro no qual eu o chamava de Bud.

No geral tínhamos dias difíceis, mas em todas as primaveras eu me esquecia da vida que levávamos. ao final da colheita nossos senhores nos recompensava com um dia inteiro de festa, musica e artistas locais com suas belas pinturas. E foi em um desses eventos que eu descobri qual seria meu destino, tentar ser um cavalheiro da corte. Algo impossível já que meu gênero era ligado à fragilidade e submissão, mas nada disso me impediu de continuar me esforçando, ao final de minha jornada de trabalho ia para a floresta treinar arco e cavalgada com meu querido Bud.
Foi então que em uma dessas idas a floresta avistei de longe fumaça, vindo aparentemente de onde ficava minha villa.

Foi uma corrida intensa ate as proximidades da villa, e de lá pude observar o comandante Gareth e inúmeros cavalheiros do reino Avalon, rivais de nossos senhores. E neste cenário de sangue e fogo pude avistar de longe nossa cabana incendiada, como foi horrível observar de longe e não poder fazer nada. Já no fim da tarde quando as tropas foram embora voltei a vila em busca dos meus pai, e oque vi ali não foi nada reconfortante...
Gareth era o comandante de Lorien e sabia de onde vinha a produção de comida do reino, e com isso pretendia ganhar vantagens e enfraquecer o reino, tirando sua fonte de alimento, nem que com isso precisasse ceifar a vida de meros camponeses inocentes.

Determinada a me vingar fugi para Ballyboley uma floresta que um dia ouvira falar sobre seus mistérios e poder. Embora desconhecida via ali minha esperança de fortalecimento e aprendizagem. Ao adentrar a floresta notei trilhas e árvores cheias, evidenciando o cenário da floresta que, apesar de linda, tinha um clima frio e sombrio desafiando a minha coragem.

Com algum tempo de caminhada me deparei com uma cabana velha e abandonada, e vi ali minha deixa para descansarmos e nos alimentarmos, eu havia exigido muito de bud, o meu pobre companheiro estava exausto. Acendi uma fogueira e tentei descansar, foi quando adormeci e com um pesadelo errôneo sobre oque acabara de acontecer despertei com um alto relinchar de Bud, as pressas dei um salto e abria porta da cabana e foi então que percebi que estava completamente sozinha naquela noite escura. Ao ceder a meu impulso tentando procurar Bud, percebi que estava muito longe da cabana e completamente perdida.

Como as arvores eram densas e altas, mal adentrava luz na floresta e com isso eu perdi a noção de quanto tempo me mantive ali, eu sabia que precisava sair daquele local e encontrar Bud.
Foi quando me deparei com uma grande construção, velha e destruída, algo que me lembrava das runas antigas que um dia vi em uma das pinturas dos artistas locais. Por já ter visto algumas pinturas não acreditei ser algo ameaçador e então decidi explorar essa construção e vê-la de perto.

Deparei-me com um baú antigo entalhado de gravuras, sobe um grande altar de mármore escuro, a curiosidade e o impulso me encurralaram e me vi abrindo aquele baú.
Ao abri-lo, observei uma esfera vermelha e brilhante, e ao meu redor tudo resplandeceu vermelho, era tão lindo, eu havia acabado de encontrar um tesouro, o meu ARTEFATO, e ao segurar nas mãos senti um aperto no peito e foi como se tivesse sem ar, minha visão ficou turva e senti como se eu estivesse caindo...
Ao acordar, observei em meu braço esquerdo um implante com formato estranho, fracassei em tentar retirar, ao me dar conta que não sairia me lembrei de onde eu estava e que ali não era nem um pouco parecido com a floresta que eu estava há alguns segundos atrás.

E foi a partir dai que minha aventura começou... Observando esse lugar paradisíaco, me deparei com criaturas desconhecidas, algumas tentaram me atacar, outras não, algumas eram enormes e outras bem pequenas.
Construí minha cabana, com muito esforço devido as dificuldades e perigo, fui me lembrando de quando ajudara meus pais a levantar a nossa na Villa .. Tentei deixar o mais parecido com algo que eu possa chamar de lar!

Continua....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bruce Lee
Responsável pelo desenvolvimento geral.
Responsável pelo desenvolvimento geral.
avatar

Mensagens : 87
Data de inscrição : 14/02/2018
Idade : 23
Localização : Guaíba - RS

MensagemAssunto: Re: Ficha Roleplay ~ Nome: Balor   Ter Mar 13, 2018 7:51 am

Sua ficha foi aprovada, peço que aguarde pacientemente pela abertura do servidor.
Quando aberto, os dados de conexão serão fixados no topo do fórum.

Se desejar, você pode falar mais do seu personagem de forma organizada neste tópico: Apresentação dos Personagens

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://roleplayark.wordpress.com
 
Ficha Roleplay ~ Nome: Balor
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» (NOTA) Unversity Of Champions Fc (Entregue - Vaggnão)
» Tabueiro Redondo 010 - Autores de jogos
» Sugestões de nomes para o novo espaço
» Treta sem fim: Kojima foi tirado até da capa final de Metal Gear Solid 5
» [ESC]13 ALVINEGROS GT [Entregue - Luis]

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
 :: Roleplay Ark Brasil - Fichas :: Fichas dos sobreviventes-
Ir para: